Como emagrecer com dieta de 17 dias

Sem dúvidas, é enorme a quantidade de dietas da moda que podemos encontrar atualmente. No entanto, temos a dieta de 17 dias, que não segue modas e foi lançada ainda em 2011 em forma de livro.

O fato é que para saber se uma dieta realmente funciona é preciso experimentá-la e adaptar o seu funcionamento à sua rotina e ao seu organismo.

Porém, nos dias de hoje, o campo da educação física e da nutrição vem ganhando um espaço cada vez maior e é por isso que podemos ter cada vez mais acesso a informações importante e relevantes.

É justamente isso que acontece com a poderosa Dieta de 17 dias, que oferece toda uma metodologia com foco em promover benefícios para o organismo, além da perda de peso, claro!

Então, se você está interessado e quer saber um pouco mais, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre a Dieta de 17 dias. Vamos lá?!

O que é a Dieta de 17 dias?

O princípio básico da Dieta de 17 dias é causar uma verdadeira confusão no corpo. Embora possa parecer estranho, o processo irá promover, inicialmente, uma grande e súbita diminuição no consumo de gorduras e calorias.

Depois, aos poucos a pessoa vai gradativamente retomando a permissão para consumir eles, o que é um estimulo para se manter firme no propósito.

Além disso, essa dieta agrada bastante, visto que permite dar umas escapadinhas ao longo do processo.

O fato é que dietas restritivas podem ser muito desmotivadoras, especialmente na prática de atividades de alta intensidade. O diferencial dessa dieta é que ela se preocupa com a manutenção dos resultados já conquistados.

No entanto, para fazer a Dieta de 17 dias é preciso um planejamento, especialmente porque o plano recomenda que ela seja dividida em ciclos.

Como funciona a Dieta de 17 dias?

O primeiro passo para realizar essa dieta está no alto consumo de proteínas magras, alimentos probióticos, vegetais, sem amidos. Até o consumo de conservantes e sal é limitado.

O bom é que tudo isso é dividido em ciclos, o que permite ir avançado um passo de cada vez no processo, a fim de obter bons resultados.

Benefícios da Dieta de 17 dias

Sem dúvidas, o principal benefício que a Dieta de 17 dias oferece é a possibilidade de emagrecer e manter esse resultado. No entanto, seus benefícios não param por aí, veja:

  • Ajuda a melhorar a flora intestinar, regulando-a e diminuindo a chance de ter problemas gastrointestinais;
  • Diminui os níveis de açúcar no sangue;
  • Ajuda a potencializar a queima de gorduras;
  • Diminui o processo de armazenamento de gordura localizada;
  • Ajuda a manter o peso perdido;
  • Ajuda a controlar a pressão arterial;
  • Diminui a possibilidade de desenvolvimento do diabetes tipo 2, visto que melhora o equilíbrio dos níveis de colesterol;
  • Promove um aumento da queima de gordura, contribuindo para a manutenção da massa magra.

Segundo o autor, essa dieta ainda pode ajudar a diminuir a possibilidade de surgimento de doenças cardiovasculares. Tudo isso através de um plano simples, mas bem estruturado.

Tem contraindicações?

De uma forma geral, a Dieta de 17 dias é bem tolerada. No entanto, o autor recomenda que ela não seja seguida por pessoas diabéticas, mulheres em fase de aleitamento. O mesmo vale para pessoas que já apresentam algum tipo de carência nutricional.

Precisa acompanhamento médico?

Claro! Para qualquer tipo de dieta que você for adotar, é importante contar com o acompanhamento de um médico que possa analisar as suas necessidades.

Somente assim é possível adotar um bom plano alimentar, que não vá causar prejuízos para a sua saúde.

Então, nada melhor do que realizar uma avaliação antes de começar, averiguar a real necessidade de emagrecimento e conferir as deficiências nutricionais.

Ciclos da Dieta de 17 dias

Os ciclos dessa dieta são organizados de uma forma que cada ciclo que se avança seja um pouco menos restrito do que o ciclo anterior, veja:

  • Ciclo 1

Nesse momento o importante é a desintoxicação com foco em uma alimentação que promova uma rápida perda de toxinas e líquidos retidos.

É aqui que se inicia a “confusão”, visto que o organismo está acostumado a receber alimentos variados e passará a receber apenas poucas porções.

Aqui o consumo de carboidratos deve ser restrito e os alimentos ingeridos devem ter um baixo teor de gordura. Os processados também devem ser evitados e os vegetais priorizados.

Se você atingir a sua meta de peso, passe para o próximo ciclo!

  • Ciclo 2

Aqui é o momento de redefinir ou ativar o metabolismo, caracterizando-se por um rápido ganho de peso e uma rápida perda do mesmo.

A função disso é fazer com que o aumento e redução brusca da ingestão de calorias cause um choque no organismo e induza ele a queimar mais gorduras.

Por exemplo, se você come muitas calorias hoje, o seu corpo passa a trabalhar mais para queimar o máximo possível. Se amanhã essa ingestão de calorias for limitada, o corpo começará a queimar mais calorias do que foram consumidas.

Para isso, é fundamental que o processo seja feito em dias alternados, mas sem exagerar e fazer isso mais de um dia por semana, pois afetará seus resultados.

  • Ciclo 3

O terceiro ciclo visa a conquista de hábitos alimentares saudáveis. Aqui entram alguns alimentos para complementar as refeições, aproximando você da sua meta de emagrecimento duradouro.

Nessa fase o consumo de carboidratos já pode ocorrer moderadamente, mas sempre priorizando os complexos.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre a Dieta de 17 dias, como fazer e como ela pode ajudar você a conquistar a perda de peso que você tanto sonha.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *